Golpistas ativos- médicos são os alvos preferidos no AM

Não é somente o coronavírus que está ativo entre nós, produzindo uma onda ainda grande de contágios e mortes também. Nesses difíceis dias que estamos vivenciando,  os golpistas danaram-se a agir muito intensamente. Coincidência ou não, em Manaus, uma gente em particular vem sofrendo com a ação deles. Dia desses foi a minha mulher. Um deles clonou o cartão de um dos bancos com os quais ela opera e realizou várias compras. Primeiro, em Mogi das Cruzes,  valores baixos: entre R$ 3,00 e R$ 10. Como lograram êxito, partiram para um compra  no valor de R$ 660,00, agora no Rio de Janeiro. O banco foi acionado e pressionado pela minha mulher a cancelar dita compra. Ela está aguardando posicionamento.

Hoje foi a vez de uma colega dela ser abordada também por golpistas, os quais obtiveram acesso a vários informações sobre ela, incluindo dados de sua empresa e telefones, o dela e o de seu marido,  para o qual ligaram simulando que era ela que o fazia, pedindo que ele depositasse R$ 4 mil reais sob a justificativa de que era para pagar um fornecedor. Para azar dos golpistas, a médica estava ao lado do marido nesse momento,instruindo-o a pedir deles a conta e o nome do fornecedor. Sem perda de tempo, eles deram essas informações. Ocorre que não batiam com os dados de nenhum de seus fornecedores. Obviamente, não fizeram depósito algum. A médica, após conversar com outra colega que tinha passado por essa mesma situação, foi orientada a provocar o CRM na expectativa de que essa entidade viesse a emitir um Alerta chamando a atenção dos médicos amazonenses para que fiquem atentos à ação dos estelionatários.

Novo de velho

Aí o articulista - não falo de mim, posto que não articulo nada - diz que o caso Floyd se transformou no emblema de um mundo sufocado pela pandemia, pela opressão e pelo autoritarismo. Bem, conhecendo o seu modo de proceder nos textos que escreve, diria que ele queria mesmo era atribuir ao autoritarismo, que nos EUA estaria prefigurado em Donald Trump, a causa de boa parte dos males atuais. É simples: busquemos um culpado e aliviemo-nos de nossas próprias culpas. Por omissão, que seja. Por sujeição, enfim. Não há nada de novo no caso Floyd que o próprio homem, por suas velhacarias, não nos tenha dado a saber, muito menos no que tange a figuras como Trump no mais alto dos degraus do poder político.A questão não é essa, senão aquilo que as próprias pessoas consentem que lhes aconteça enquanto se ocupam, por exemplo, com a leitura de notas como esta que ora lê.

Desmatamento. Sei. Sabes. Sabemos

Surpreende que o desmatamento na Amazonas tenha aumentado 61%, entre janeiro de abril deste ano, segundo dados revelados pelo Inpe? Aposto que não. Tomemos o que pensam as autoridades sobre o assunto,  o que dizem? Eu sei. Você sabe. Sabemos todos. Não se equivoca quem,  por exemplo,entende que é até bom que isso ocorra - desmatamento no Amazonas -,porque assim o governo entende de uma vez por toda quão necessário é a manutenção da ZFM e, mais do que isso, a prorrogação de seus incentivos fiscais. Se nos tirarem essa muleta - dizem - estaremos fregados. E a Constituição Federal, por seu artigo tal etc e tal não sinaliza nessa direção,senão que as desigualdades sociais devem ser combatidas por meio disso e daquilo públicos, sob pena de se criar as condições para um flagelo social, vulnerando a região que é cobiçada desde muito tempo. Não é mesmo Mathew Fontaine? Ah,não sabe de quem se trata? Xapralá!

Articulistas

Olhar Crítico

Flávio Lauria

Professor Universitário, Administrador, Consultor de Empresas.

Poemúsicas

(Meu banheiro na web)

Por: Carlos Branco

Observador Participante

José Seráfico

Advogado, Professor da Universidade Federal do Amazonas e Articulista dos jornais A CRÍTICA no Amazonas e O LIBERAL no Pará. Acessem o site: nagavea.com.br

Pensando Bem

Osíris Silva

Economista, consultor de empresas, produtor agrícola e ex-Secretário da Indústria, Comércio e Turismo, e da Fazenda, do Amazonas.

Língua a Conta-Gotas

Edson Augusto

Formado em Letras pela UFPA, servidor público na UFAM, revisor gramatical de redações, artigos, TCCs, dissertações e teses - edson.professor@live.com

Tempo-Espaço e Memória

Orlando Silva

Professor Titular da UFPA. Doutor em Ciências Sociais (Antropologia).                                                                                              

(In)direitando

Carlos José (Branco) é advogado.

"As naturezas degenerantes são de suprema significação, por toda parte onde deve suceder-se um progresso. Todo progresso em grande escala tem de ser precedido de um enfraquecimento parcial. As naturezas mais fortes mantêm firme o tipo, as mais fracas ajudam a aperfeiçoá-lo (Friedrich Nietzsche)

Espaço Publicitário

Anuncie Aqui


Cheguei cedo ao Fórum; para variar; Tinha uma audiência às 8h15 numa Vara do Juizado Especial Cível do Fórum de Aparecida, em Manaus. Patrocinava um cliente que pleiteava indenização por danos morais. Olhei em volta, e não o vi. Disse-me que chegaria um pouco antes do pregão. Só me restava esperá-lo. Foi o que fiz, sentado numa das precárias...

Vinculado ao escritório Paulo Figueiredo & Associados neste início de minha caminhada na advocacia, tenho ali buscado entender em termos práticos aquilo que a universidade, no plano teórico, forneceu-me. Minha atenção, portanto, está voltada para o que lá faço, vez que não estagiei durante o curso.

Na condição de advogado iniciante, tenho deparado com situações que chamam a minha atenção não apenas por seus componentes jurídicos e processuais, mas também por seus elementos prosaicos, por assim dizer, sobretudo em meio às demandas sob a égide da legislação consumerista.

A Selva (em poesia)

Organizador Carlos Branco

Neste e-book, produzido a partir da prosa Ferreira de Castro no romance A Selva, publicado em 1930, o internauta que não teve o prazer de ler dita obra poderá conhecê-la por seu aspecto poético, visto que o editor desta página, quando da leitura desse livro, quedou-se embevecido não apenas pela narrativa do português, mas também pela plasticidade dela. Por isso, a ideia de compartilhar com os internautas trechos poéticos extraído de A Selva. 

Contato

Onde você pode nos encontrar

Carlos Branco - Literatura e Jornalismo
branco@carlosbranco.com.br